domingo, 5 de novembro de 2017

E só quero superar a esqualidez na qual afogo-me nela; BH, 0170602001.

E só quero superar a esqualidez na qual afogo-me nela,
Pois, a única qualidade que tenho é a sordidez, a
Ociosidade de um esquálido, de um ser sórdido, sujo
Pela preguiça, pálido de tão ocioso e macilento de
Tão vil vão esqualo, de gênero de peixes a que pertence
O tubarão do esquartejamento, do dilacerar das carnes,
O partir em quartos e daqui deste pedaço de mim, posso
Ver uma nesga do pedaço do azul do céu; da parte do
Esquartejar, onde fica a ignorância, quero esquecer, perder
Da lembrança de ignorante; olvidar do hipócrita que sou e
Tirar da memória o mau que não quer escapar e tem medo
De não ser mencionado por descuido; se perder a
Sensibilidade e não lembrar-me , não poderei combater,
Irei distrair-me e descuidar-me pelos caminhos; a herançada
De quem não vence, é ser esquecido, é ter a impressão que,
O universo esqueceu-se dele; e que caiu entorpecido no
Esquecimento, na omissão da indiferença, no entorpecimento
E na paralisia, como uma parte do corpo, que, vaga esquelético,
Extremamente magro, esqueleto mal assombrado, que, foi
Roubado de depósito de ossos de cemitério abandonado em
Cidade do interior; ficou em exposição ao sol o conjunto dos
Ossos dos vertebrados, olhei de longe a parte sólida e firme
Da construção, que, dá a forma ao todo e a alma estava prresa
Num arcabouço; madeiramento podre, esboço denso, meteu
Medo por ser uma pessoa muito magra na covardia, no
Esquema de barrar a evolução; de não fazer a representação
Gráfica resumida de coisas e de processo, não defender o
Projeto de lei e nem de programa, a romper o resumo da
Esquematização; e a impedir quem por acaso quer esquematizar,
Fazer um novo desenho de cores, representar uma nova
Esquentação, em busca de solução que, venha esquentar a
Busca da nova saída; o calor intenso que, causa a controvérsia
E a discussão violenta de quem sustenta a mentira; na hora de
Maior esquentada, a verdade aparece e esfria o esquentador,
Quebra o instrumento e o aparelho destinado a produzir calor;
E não é a herança do falso amor, o esquentamento da gonorreia,
O espírito do esquenta-por-dentro da cachaça que, faz tornar 
Quente o frio; e irritar o calmo, acalorar o desanimado, encolerizar
O da esquerda, do lado oposto ao do lado direito, a mão da parte
De uma assembleia que, fica à esquerda do presidente, com 
Conjunto de partidos que, pungem por reivindicações populares,
No desejo de união do esquerdismo dos comunistas, dos 
Socialistas e dos trabalhadores e dos trabalhistas, na posição 
Política dos esquerdistas; a facção dos que querem vencer o 
Neoliberalismo e partidários dos regimes que combatem a nefasta
Globalização, esquerdista esquivo com a corrupção intratável e 
Desdenhoso com a mau versação do dinheiro público, esquerdo,
Torto, canhoto, desajeitado, porém, um esqui na política, régio
Como a tábua estreita na qual se encaixa o pé para correr 
Sobre a neve e sobre a água; quanto ao político Esquilo, não 
O pequeno mamífero roedor, mas, o voador nas asas da VASP,
VARIG, PANAIR, colocá-lo numa fria de esquimó: literalmente,
No meio dos indígenas da região ártica, se de lá também, não 
for expulso por medo da contaminação; não existe na esquina,
Coisa que, mais contamina do que político sovina, de qualquer
Ângulo exterior de dois planos que, se cortam até mesmo de 
Rua de uma esquírola, pequena lasca de osso é motivo de lucrio
Para político esquisitão, um inocêncio de oliveira por exemplo, 
Que, é um indivíduo muito esquisito e casmurro; qual é a real
Utilidade que tem a esquisitice dele para o Brasil? que valor 
Político tão não usual, tão fora do comum, excêntrico, extravagante,
De gênio desigual e difícil de entender, tem para o Brasil? é uma 
Esquiva viva, só sabe esquivar-se, tanto quanto o josé sarney,
Para não prestar contas à nação; porém, o dia deles chegará, 
O povo irá jogar com a mesma esquivança, o desprezo do povo
Será maior, com mais secura, com mais repugnância e perplexidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário