segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Meu coração está broqueado e cheio de brocas; BH, 0210802000; Publicado: BH, 0220802013.

Meu coração está broqueado e cheio de brocas
E de feridas, chagado e fistuloso e já não mais
Saberei o que fazer para restaurar meu coração;
Preciso encontrar um bronzista, articife que executa
Trabalhos em bronze e encomendá-lo um coração de
Bronze; não aguento mais suportar a dor, não
Aguento mais sofrer, é tanta a tempestade, que nem
Mesmo o brontômetro, aparelho para medir a eletricidade
Atmosférica, em ocasiões assim, é capaz de medir o que
Existe em mim; meu pranto é brontófono, choro igual
Ao que tem voz de trovão e espanto a minha brontofobia,
Com as lágrimas em sangue vivo; afasto o medo
Mórbido dos trovões, o bronto do grego bronte, a trovoada
Da procela no bronquíolo, na subdivisão do brônquio,
O crônico brônquico da bronquice de quem é bronco;
Na estupidez inabalada, na obtusidade inalterada;
E nem com a bronquectasia, a dilatação dos brônquios,
O ar chega aos pulmões; nem o broncótomo, instrumento
Com que se pratica a brocotomia, incisão do brônquio,
O ar entra no pulmão; é o fim do broncoscópio, que
Serve para examinar, não existe mais ar, não
Existe mais pulmão e na broncografia, a radiografia ,
Após injeção de uma substância de contraste, não
Aparecerá absolutamente nada: só o vácuo no peito;
Não existe mais o bronco do grego brogkhos no peito,
Não existe mais peito, não existe mais existir, só o
Bromureto, o brometoda bromomerorréia, o mênstruo
Com mau cheiro; e a dor que não é amenizada
Pelo bromofórmio, a substância orgânica líquida, anestésica,
Formada pela combinação de um átomo de carbono,
Um de hidrogênio e três de bromo; e o bromofenol, líquido
Obtido do fenol pela substituição de um átomo de hidrogênio,
Por um átomo de bromo, o também bromol, o grego bromos; o
O brômio e o suor fétido da bromidrose e do bromídrico, o
Ácido resultante da combinação do bromo com hidrogênio;
É como se fosse um bromatotoxicismo, intoxicação
Alimentar por bromeliáceo, família das Bromeliáceas, espécime
De plantas monocotiledôneas, cuja mais conhecida é o
Abacaxi, bromaliácea que com leite se diz que faz mal;
E a bromatoterapia, a cura por meio de alimentos
Especiais, é não fugir da bromatometria, medida da
Cota de alimentos necessários para cada dia de
Dieta de bromato, do grego broma, atos, a nutrição do
Bromado, a parte da ferradura em que se assenta
O sanco do casco, o gracejo do rico, a mentira do
Broeiro, vendedor de broa, que come, e gosta de
Pândega, de brodista, frequentador de bródios,
Galhofeiros, brócos, planta hortense, das Crucíferas;
As letras me ajudaram, as palavras me ajudaram,
As frases se formaram e mesmo sem sentidos, vêm
Deixar ao meu destino traçado, como as reses que
Têm um dos chifres pequeno e rugoso ambos, o boi broco
Na operação de brochagem do brochador, do encadernador,
Da pessoa que brocha livros; e do brocatelo, de mármore de granulação
Fina, semelhante a fragmentos reunidos, forrados de brocatel,
Tecido que imita o brocado; tecido adamascado,
Melhor que o brocadilho, que é mais inferior, que mata
A fome com bró, a comida preparada com os tubérculos do
Umbuzeiro, e de outros vegetais, no estágio brizomântico,
No auge do oniromântico faço a arte de adivinhar
Pelos sonhos, sem ser brizomante, sem conhecer a tal
Oniromancia, e a brizomancia só acordado e ser
Oniromante só fora da cama, só deitado na brisa,
A planta gramínea, preso pelos brive, os cabos para recolher
As velas que me levam a Bristol, Inglaterra, em busca
Do pano de lã fabricado lá, pois deixei de trabalhar em
Coisas minhas, parei de briquitar e proibi o briquete;
O tijolo de carvão em pó, empregado como combustível,
Se o carvão for vegetal; briquetar o mineral, penso que até
Não faz mal; é como manter o brizoário, espécime 
Dos Brizoários, ramo dos animais que vivem em colônias
Fixas e se assemelham ao musgo; com a mesma competência
Da briosa, a antiga Guarda Nacional; curado pela
Briônia, remédio da planta medicinal, do briologista,
A pessoa versada em briologia, parte da botânica que estuda 
Os briófitos; e do briológico briófito, vegetais avasculares, de 
Corpo diferenciado em caule, e folhas no briol do 
Cabo para ferrar as velas do navio fantasma, que não
Voltou ao porto medieval, a pensar que é brinquinheiro,
Fabricante de sonhos de brinquedos de crianças que,
Estão sempre dispostas a brincar, aquele alegre


Brincalhão é hoje o morto brincador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário