segunda-feira, 7 de setembro de 2015

MIKIO, 114; BH, 0250302013.

Apesar de ter lido quase todos os
Livros de Paulo Coelho, depois desisti
E não li mais nenhum; e nunca quis
Escrever igual ao Paulo Coelho e
Apesar de ter lido poucos livros, ou
Talvez melhor, um único livro de
James Joyce, sempre quis escrever,
Freneticamente, igual ao James Joyce
Escreveu; a literatura de Paulo Coelho
É límpida, transparente, asséptica, de
Fácil assimilação e não faz refletir;
Já a de James Joyce é uma literatura
Densa, confusa, complicada, difícil; e
Ocupara a mente com reflexões e
Tentativas infinitas de entendê-la, é
Um bom desafio; da autofagia de
Paulo Coelho, nunca uma obra me
Vem à cabeça, mas, da James Joyce,
À toda hora penso no Ulisses, penso
No Finnegans Wake e impressiono-me
Com obras tão dimensionais; e quando
Alguma clareza me vem à tona, pela
Força da interpretação, não há papel
Maior, não há gozo mais prazeroso;
Bendita literatura, hoje com poucos
Seguidores, mas fieis; e talvez nem
Tenhamos futuramente, nomes à
Altura daqueles que nos primórdios,
Perderam tudo, para fazerem a
Bagagem que nos ilumina tanto, nos
Deixa atônitos e inusitados diante
Dos trabalhos criados pelos mais
Antigos escritores; na contemporaneidade,
Lamento, que não gosto de ler e penso
Que deve haver alguns nomes, mas para
Não magoar, prefiro esquecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário