segunda-feira, 28 de setembro de 2015

MIKIO, 66; BH, 0270202013.

O pensamento é para ser petrificado,
Gravado com fogo na pedra e se
Não sair fogo da ponta do dedo,
Gravar com sangue fresco; o pensamento é
Mina da nióbio, platina, é aço inox,
Não admite nem ferrugem e nem
Fuligem; o pensamento é de material
Que compõe as rochas da explosão
Do caos; não pode ser deteriorado,
Danificado, desestruturado; os
Pensamentos são alicerces de montanhas,
Sedimentos de cordilheiras, bases de
Morros, elos de constelações, aprimoramentos
De galáxias, pontes para os espaços
Siderais; os pensamentos não são cerebrais,
Físicos, fisiológicos, orgânicos, elementares;
Inorgânicos, são o contrário do que são, raros,
Retos, paralelos e sem os pensamentos,
Os universos não teriam sentidos, não seriam
Palpáveis, pulsantes, pulsares; os pensamentos
São bisturis, são cirúrgicos, siderúrgicos,
Siderais, não comportam-se dentro de
Um pequeno cérebro; não têm atitudes
Se ficarem adormecidos, guarnecidos
Dentro de um útero de caixa craniana,
Na placenta de um crânio neandertal;
Só um cérebro com má formação, com
Cavername cerebral, deixa os pensamentos
Nos breus das cavernas; mas, no cérebro arejado,
São, sadio, sarado, o pensamento é
Gerado e logo dado à luz, para seguir
Vida própria, imortalizar-se e
Driblar a morte pequena, a morte
Que nunca valerá pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário