sexta-feira, 8 de junho de 2012

Hoje dez de janeiro; RJ, 0100101999.

Hoje dez de janeiro,
Faço exatamente,
Quarenta e quatro anos;
E se alguém me pergunta,
Qual é a minha definição,
Até agora não sei o que
Responder; não me definir
Até hoje, não me conheço;
Não sei o tipo de ser que sou,
O tipo de pessoa, gente e
Personalidade; ainda não
Obtive nenhuma resposta
De todas as dúvidas, que
Trago dentro de mim;
Gostaria de poder,
Vencer todas as minhas
Derrotas e comemorar
Todas as minhas vitórias;
As derrotas são mais e
Maiores que as vitórias;
E os erros são mais e
Maiores que os acertos;
Sempre permaneci no erro,
Na mentira e na falsidade;
Sempre vivi na ilusão;
Hoje dia do meu aniversário,
Faço quarenta e quatro anos,
E estou com a impressão,
De que inda nem nasci.

Nenhum comentário:

Postar um comentário