quarta-feira, 6 de junho de 2012

Quero escrever; RJ, 080101999.

Quero escrever,
Descrever e inscrever;
Quero escrever até morrer:
Escrever toda a Terra,
O mundo todo e o universo;
Escrever todas as luas,
Todos os sóis e todas as estrelas;
Escrever a vida
De cada ser humano,
Que já passou sobre a face da Terra,
Desde a criação da humanidade,
Até os dias atuais;
Escrever grão por grão,
Das areias dos desertos,
E das  areias das praias
De todos os mares e
De todos os oceanos
Que cercam o universo;
Quero escrever a morte,
A morte de cada ser humano,
Que já morreu e foi enterrado,
Cremado ou pulverizado,
Desde a criação da humanidade,
Até os dias atuais;
Quero escrever infinitamente,
Até minha fonte secar,
Num orgasmo de gozo e prazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário