quarta-feira, 6 de junho de 2012

A única qualidade; BH, 090901999.

A única qualidade,
Que encontrei em mim,
Depois de muito procurar,
Foi a asquerosidade;
A única coisa que sei a 
Meu respeito é que sou asqueroso;
Causo asco a qualquer ser 
Que se aproxima de mim;
Se Deus fez o homem,
Segundo a sua imagem,
Não sei em quem,
Ele se baseou, quando ao fazer-me,
Se é que posso ser chamado de homem;
Assecla assacador,
Pária malfeitor,
Só sei fazer imputação caluniosa;
Só sei caluniar e difamar,
A verdade e a realidade;
Protótipo totalmente inverso,
Daquilo que Deus queria criar;
Partidário do sentido pejorativo,
Nunca me cansei de assacar,
Mentir e iludir;
Assassinar o amor,
Matar a paz;
Fazer mal às coisas,
Assaz maldito, muito perdido,
Bastante amaldiçoado,
Já herdei a minha própria herança;
Um filho que gerei,
Do qual, confesso, que sou o assassino,
Fui quem cometi o crime
E só merecia sofrer, não ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário