terça-feira, 18 de julho de 2017

Dizeis que sou uma constante disputa; BH, 0210302001; Publicado: BH, 070202014.

Dizeis que sou uma constante disputa, 
Uma eterna contenda, infinita polêmica, infindo
Debate; discussão mirambolica e uma controvérsia
Peripatética, porém, no meu discurso, na minha
Oração; e dizeis que o Brasil precisa orar e na 
Minha exposição de ideias, de viva voz, ou por
Escrito, no meu conjunto de expressões e frases que, 
Estão dispostas com certa ordem e extensão, tais
Quais alguém declara em público o que 
Pensa sobre um assunto; oro, com fé e paixão,
Com fervor, oro: Senhor meu Deus, bondoso Pai
Celestial, manda Senhor, educação para o Brasil;
Pois só vejo as escolas sem professores e aumentar
O número de crianças fora das escolas e até para quem
Pode pagar, a educação já está transformada
Num pesadelo; Senhor meu Deus, proceda, Senhor,
Por meio dum raciocínio dedutivo, explicativo,
Um tanto discursivo, sobre o que acontece com a 
Saúde no Brasil; só vejo os hospitais cheios de
Doentes, pacientes, abandonados e os postos públicos
De saúde sem médicos e remédios; venha discursar
Para nós, Senhor Deus, falar em público, pronunciar
Em nossos ouvidos, expor com método e discorrer
Sobre uma maneira que possamos adquirir saúde;
Seja, Senhor, o nosso discursador e cura a nossa
Discromopsia, o nosso estado em que as nossas vistas,
Confundem certas cores com outras que distinguem
E mostra-nos a verdade e a liberdade; Senhor
Meu Deus, só vejo é a burguesia cada vez mais burguesa,
E a elite cada vez mais elitizada; e o rico cada
Vez mais rico e o pobre cada vez mais pobre; só sinto
O aumentar da miséria, da desgraça, da pobreza, do 
Abandono e do descaso; até a natureza está ao 
Deus dará; a água está a secar e os rios estão a 
Acabar; até quando, Senhor meu Deus, viveremos
Assim abandonados, a orar ao Senhor, a pedir
E a clamar, com fé e paixão e só a ver o
Brasil não melhorar; só a ver a volta das
Epidemias e das doenças que já estavam extintas;
O sol que era tão bom, já está a causar perturbação
Da pigmentação, danos na pele, através da discromia; e o
Negro continua a sofrer discriminação e a discriminar,
Ensina o negro a efetuar a soma do passado com o
Presente e o futuro;  ensina o negro a distinguir o
Caminho, para que ele possa discernir e não sofrer
E nem estabelecer graus de diferença e de qualidade
Entre os irmãos; afasta de nós o espírito discriminante,
O ego discriminador e que todo aquele que
Discrimina o próximo, usa o discernimento ao
Contrário, inverte a distinção humana e Deus,
Senhor, quanto a mim, dai-me discrição, toda
A qualidade do que é discreto, com sensatez e
Modéstia; que eu seja reservado no mundo, em
Palavras e em atos, que eu seja circunspecto, também
Prudente e recatado, para que não aprenda a
Discrepar, a divergir de opinião com os meus
Semelhantes e aprenda a não discordar nunca
Dos preceitos da humanidade; e ao atingir a felicidade,
Afasta de dentro de mim, todo teor discrepante,
Todo mal que discrepa, e que diverge e que é
Discordante da Tua linha de conduta; não
Quero, Senhor, disparidade Contigo; não quero, Senhor,
Divergência e nem discrepância, quero só derramado
Sobre mim o sangue do teu filho Jesus, para acabar
Com a discrasia do mau; acabar com a composição
Anormal do meu sangue e líquidos orgânicos; dizem
Que o Brasil precisa orar, o povo de lar, de
Casa e moradia; o povo precisa de segurança,
Fim das armas e da violência e quando será
Que iremos caminhar para esse destino? um
Destino de paz, sem tragédias, sem caos, vem,
Senhor, discorrer para nós, espalhar-se no nosso meio,
Difundir-se entre os povos; expor a melhor maneira
De vivermos e analisarmos uma vida melhor; volta-Te,
Senhor, até quando ficaremos sem o teu correr
Para os nossos diversos lados e por nossas diferentes partes?
Responda, a acabar com a discórdia, a desarmonia
Da humanidade; a discordância entre os homens, a
Pôr fim à luta e à desordem mundiais; sei que
São tantas as coisas, que por mais que ore, ainda
Ficaria muita coisa para ser orada por ela,
Fica muita coisa ainda fora da corrente e só
O fato de enumerá-las, seria tão longo quanto
Uma eternidade; porém, para o Senhor, a eternidade
É um segundo e o Senhor as conhece todas, desde a
Formação delas no ventre da própria mãe, amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário