sexta-feira, 21 de julho de 2017

Jamais ser discorde da natureza; BH, 0230260302001; Publicado: BH, 020202014.

Jamais ser discorde da natureza, 
Igual ao não ser discordante dum 
Discotecário que, superintende uma 
Discoteca; como conhecer a natureza e 
Suas coisas, da mesma maneira que, se 
Conhece a discografia, a relação dos
Discos de um compositor, um intérprete, ou
De uma coleção particular, ou de móvel
Destinado a essa guarda; e abres o olho
Aquele que só quer discordar das leis da
Natureza; não concordar é estar em desacordo,
É divergir, será como na estratificação,
Em que as camadas se não sobrepõem tão
Regularmente; o que discorda das leis e
Diverge das regras, vive fora do núcleo
Universal, como na falta de acordo entre
Os sons na dissonância, contradição da
Diferença de opinião; desacordo, desinteligência,
Divergência são qualidades daquele que
Anda fora do equilíbrio natural;
Ai, ansiedade, angústia, depressão: como posso
Fazer algo do tamanho do universo do meu
Coração? sou o único que devo provar que
É capaz; de mim é cobrado tudo e dos outros
Nada, sinto-me o discoide, o que tem a
Forma do que é arremessado pelo discóbolo;
Atleta lançador de disco, objeto chato
E circular, peça de ferro com esse formato,
Ou de pedra, lançada pelos atletas em
Jogos esportivos; a chapa redonda de ebonite,
Ou de outro material, onde se gravou os
Sons para reproduzi-los em fonógrafos;
E também dos telefones com a qual se estabelece
Ligação com o número desejado; por que todos
Dizem que sou o pior discípulo? aquele que
Menos recebe ensino de alguém, que não aprende
E que não é o sectário que segue, ou
Professa as doutrinas enumeradas, ou propagadas
Por outro; será que sou assim mesmo pior do
Que o Judas? o aluno traidor, o devoto sem fé,
Que não conhece os quatro tons pares do cantochão;
Bem sei que desde criança, nunca gostei
De discipulado, desde menino nunca gostei
De aprendizagem; é por isso que todos estudaram,
Todos formaram, têm diplomas, são médicos,
Advogados, ou juízes e só eu que não quis
Disciplinar-me; nunca gostei de disciplina,
De submeter-me a castigar-me, ou a corrigir-me;
Fui a ovelha negra de todo disciplinador:
Nem dos meus pais soube observar os principais
Princípios; passei por cima do regime de ordem
Imposto, ou livremente consentido e que
Convém ao funcionamento regular de uma
Organização; nunca tive relação de subordinado
Para superior e sempre desrespeitei a hierarquia,
A observância de preceitos, ou normas; é por
Isso que não tenho doutrina, não absorvi
Matéria de ensino e nem trago o conjunto
De conhecimentos que se professam em cada
Cadeira de um estabelecimento de ensino;
Não sei se a culpa é minha, ou s é da discinesia,
Do distúrbio da motilidade voluntária; e o meu
Pensamento precisa perder o disciforme, que tem as folhas
Vegetais de forma quase circular; e hoje que decidi
E não sei; quero julgar e o medo não deixa, a
Covardia inibe-me, pois distinguir para mim,
É quase impossível e nada sei notar e nem
Discriminar as boas qualidades; não sei discernir
E nem tenho determinação, não tenho escolha
E nem a faculdade de julgar sensatamente as
Coisas da natureza; só Deus sabe aonde andarão
As minhas ação e faculdade de discernir, o
Discernimento abandonou-me; meu espírito não é
Discernente e a minha mente já não discerne o
Bem do mal; nada tenho de discente do que
Aprende, do que é relativo a alunos de escola; e
Fugir da escola como o diabo foge da cruz, e discar
À minha procura é inútil; a disbulia do meu ser é
Maior, prevalece a vontade fraca, a abulia do meu ente
Amarra-me ao pé da mesa da cozinha, como se eu fosse
Um animalzinho em disbasia, em marcha de origem nervosa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário