terça-feira, 11 de julho de 2017

Feliz daquele que não tem memória: BH, 0290402017.

Feliz daquele que não tem memória,
Lembrança, recordação, nostalgia,
Não martiriza-se com o passado, não
Estigmatiza-se com detalhes, complexos
Depressões; feliz daquele que esquece 
Fácil, não guarda rancor, não engaveta
Ódio, não destila ira, não processa raiva,
Sem mágoa, tudo que faz é na paz e no
Amor; e não alimenta as rugas, não 
Enraíza as úlceras e refina a bílis e adoça
O suco gástrico; e as doenças passam
Longe, as dores assustam-se com 
Tantas calmas, a pele reflete a alma, com 
Cada poro a maciez da pétala; e o 
Embrutecimento não entra no âmago,
A nudez foge do mais intrínseco recôndito,
Com a presença de tanta bem-aventurança;
É néctar no espírito, é mel de abelha rainha
No ser, é geleia real na restauração da 
Colmeia em perfeita harmonia e sincronização;
E sabe viver a vida e aprende a viver a vida a 
Cada dia que passa a viver a vida; e é o 
Bem-querer de todo mundo e nunca é o 
Mal-querer de ninguém; é sempre o 
Convidado de honra e dos amigos é o 
Amigo dos amigos e amigo dos inimigos; e 
Quando falam dele, falam que é pau para 
Toda obra, que é de fé, que é irmão e que 
É camarada; e não contraria com intrigas, 
Conflitos, fofocas e conturbações; e é um 
Homem feliz que mora em vários corações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário