quarta-feira, 30 de maio de 2018

A nossa aposição é infinta; BH, 0190801999; Publicado: BH, 0120602012.

A nossa aposição é infinita,
Como o ato e o efeito de apor,
Igual ao emprego do substantivo ou 
Locução substantiva como aposto;
Vou-me apossar de ti a toda hora,
Dar posse ao meu coração no teu peito,
Tomar posse do teu coração no meu peito,
Apoderar-me de tudo que te compõe;
E faço uma aposta contigo,
Um pacto entre nossas pessoas,
Mesmo com nossas opiniões diversas,
Se não te fizer previamente feliz,
Como o combinado, te dou o direito
De não me querer mais por perto;
Sou um apostador e não perco nunca
E é assim que quero apostar,
Arriscar a nossa felicidade,
Asseverar perante todos a disputa,
Que te amo e tenho condições,
De competir com outros o direito,
De estar convencido da vitória;
Empenhar minha alma com a tua,
Desfrutar os louros e comer as batatas
E deixar as cascas aos perdedores;
Não mais serei um apóstata referente a ti
E nem vou mais apostatar,
Cometer apostasia, abandono ou renuncia,
À tua crença e doutrina e opinião;
Formar um amor sadio,
Que não seja um apostema,
Que não venha corromper nossas vidas,
Supurar nossos abscessos, expelir o pus,
Apostemar mais, transformar em pus,
Toda a sanidade que exala,
Do ser que se priva de si,


A gerar vida ao outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário