sábado, 12 de maio de 2018

Desperta rapaz, RJ, 1980; Publicado: BH, 030302012.

Desperta rapaz,
Não desanimes, ainda não;
Não fizeste nada,
Esperas mais um pouco,
Vivas mais um pouco,
Faças um pouco mais;
Perdeste o jogo rápido,
Perdeste o fôlego rápido,
Foges logo da briga
E deixas logo de lado a luta;
Não podes ser assim,
Tens que enfrentar,
Tens que quebrar a cabeça,
Para tentar resolver;
Vamos avante, rapaz,
Nem nasceste ainda
E ficas desesperado à toa.
Ficas preocupado sem motivo;
Aprendas a ser consciente,
A conscientizar e a mentalizar;
Ponhas na tua cabeça,
Que tens que seguir adiante,
Não para inda não;
Aperfeiçoas teus estímulos,
Estimulas teus pensamentos
E tuas ideias e opiniões;
Desperta teu ideal,
Fortaleça teus nervos,
Acorda e levantas tua cabeça;
Não deixes o moral cair,
Busca a tua própria liberdade e razão;
Não percas a fé e nem a confiança e
Faças o que tiveres de fazer;
Sejas o que tiveres de ser,
Sejas o que nasceste para ser: tu;
Vamos, rapaz,
Para que tanto cansaço?
És jovem e forte,
Vigoroso e saudável,
Sadio e inteligente;
Ora bolas, rapaz,
Não tens argumento, não,
Não rebatas nada, não;
Levanta de dentro de ti,
Saias para a vida,
E para o mundo:
Tens muita coisa para construir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário