sábado, 14 de julho de 2018

Aonde anda a minha argúcia? BH, 0220801999; Publicado: BH, 0290602012.

Aonde anda a minha argúcia?
Eu que pensava que era arguto
Que tinha o som agudo na ária
Na composição musical para uma só voz
Não a herdei do indivíduo dos árias
Povo que se supõe tenha dado início
À civilização que falou o indo-europeu
Aonde andas aristocracia?
A nobreza do governo?
A classe nobre e privilegiada
Distinção da elite
Superioridade da burguesia
Abraçais doutrina contra o dogma da Trindade
Arianismo desconhecido
Sois partidárias do ariano
Nascido sob o signo de Áries?
Constelação e signo do zodíaco
As estrelas do carneiro
Quando mandarei para os ares
Minha mediocridade?
Aridez de espírito?
A qualidade de árido
Que trago dentro de mim?
Sou seco como um deserto
Estéril igual a areia
Áspero igual á coroa
Que Jesus trouxe à cabeça
Sou sem amenidade
Fastidioso e desagradável
Não sei quando é que deixarei
De ser tão insensível
Quero derrubar com o aríete
Antiga máquina de guerra
Usada para abater portas e muralhas
Todas as barreiras e abismos e precipícios
Que trago dentro de mim
Quando este meu sofrimento
Vai ter fim?



Nenhum comentário:

Postar um comentário