domingo, 1 de julho de 2018

O consumo não é a melhor maneira; NL, 0300402008; Publicado: BH, 0101102009.

O consumo não é a melhor maneira
De aperfeiçoar uma vida ter um bem de última
Geração não eleva ninguém à condição de
Bem superior ter mais do que o outro tem não
Faz com que sejamos mais do que ninguém
É necessário pensar no que é que seja capaz
De aperfeiçoar a nossa vida ser um super-homem
Não é estar dentro de um carro blindado com
Vidros à prova de balas de luz e de imagens e
Pensar que assim será  um imortal ou  um inatingível
A melhor forma de aperfeiçoarmos nossas vidas é
Voltarmos às nossas raízes sermos nós mesmos com as
Nossas fraquezas e indefinições é fincarmos os pés
No chão com o único intuito de viver e preservar
O planeta não podemos nos vender e nem as nossas
Tradições em nome do progresso quando vejo
Um bairro tão belo quanto o Belvedere um vale que vale
Um poema como o Vale do Sereno a vila que vale
Uma poesia como a Vila da Serra serem tão poluídos
Descaracterizados tudo em nome de um setor de uma
Especulação enche de tristeza o meu coração
Nas academias verdadeiros templos  de deuses do Olimpo
As pessoas malham o físico querem ter o corpo sarado
Querem virar celebridades e serem chamadas de vips
Famosas as mocinhas os rapazinhos são teens
Não têm referências não têm deveres e nem têm
Princípios são os nossos verdadeiros carentes órfãs e
Órfãos de pais inescrupulosos que só visam o lucro o possuir e
Deixar de lado uma vida mais duradoura bem
Vivida na sabedoria dos simples o que aperfeiçoa
Uma vida é o cuidado que temos que ter com ela
E não o cair nas malhas da tentação do comprar
Desenfreadamente sem nem saber o porque e com a proposta
Tentadora da mídia em nos transformar em
Robôs em seres sem vontade própria palhaços
Somos palhaços sem querer ofender aos mesmos hipócritas
Não podemos deixar que nos façam de hipócritas nossos
Valores são outros não nos vendemos não nos entregamos e
Nem nos rendemos vamos cair naturalmente e não ser
Derrubados por políticas que nos desqualificam e não
Aperfeiçoam os nossos ritmos e padrão de vida cuidado
Com o canto da sereia enchamos os ouvidos de cera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário