sexta-feira, 27 de julho de 2018

O único poder de potência que quero ter; NL, 0250260902009; Publicado: BH, 030402010.

O único poder de potência que quero ter 
É o poder da criação e do ânimo e da 
Vontade e também o da inspiração; o 
Resto desprezo ignoro ignaro e não faço 
Questão de querer de possuir ou de ter 
E ao ser um homem sem sabedoria
Resta-me a esperança de ser criativo 
Ou de pelo menos não entrar em fria na 
Luta do dia-a-dia pois quem tem sabedoria 
E é sabido que não entra em fria já
Estou cansado de tanto apanhar e
De ser escravo e desde que nasci sou
Escravizado pelo sistema e seus
Tentáculos e quero usar se possível
O poder da criação para libertar-me
Ser de vez livre evoluído e autônomo
Minha mente precisa funcionar e
Gerar saídas que cessem este meu
Sofrimento quem aprende a usar a
Criatividade para viver ameniza mais
A dor da vida consegue a liberdade
E bebe na fonte da realidade de que
Vale viver ter prazer e ser escravo? não
Venham-me fazer de escravo não
Aguento mais deste jeito vou pirar ter
Um ataque de ira transformar meu
Dia num dia de cão para chamar a
Atenção e impedir o que querem
Fazer ao meu coração exterminá-lo
Transformá-lo num planeta sem vida
Num astro sem rota órbita e que
Não tem importância na composição
Do universo isso tenho que impedir
Basta o que eles ousaram destruir
O meu único poder de potência real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário