sábado, 14 de julho de 2018

Nem o pior dos animais; BH, 0220801999; Publicado: BH, 0220801999.

Nem o pior dos animais
Aguentaria ficar preso aqui
Uma armadilha que nem a alma
O pensamento e o espírito
Conseguem escapar
Aqui é pior do que qualquer
Artifício para apanhar caça
É a mais vil cilada e só não
Assusta ao armador traiçoeiro
É a que se arma para eliminar
Equipa embarcações fantasmas
Para explorar as almas comercialmente
É o gancho que se prende
O punho da rede cheia de corpos
A armadura aqui é o medo
A covardia e a mentira
A veste de ferro e couro ou bronze
Usada pelos antigos guerreiros
Não protege mais nada
A estrutura do mal
O arcabouço do inferno
O armamentismo bélico de guerra
A doutrina que apregoa o aumento
Desse material para o país matar
É o governo armamentista e ditador
Referente e partidário do conjunto de
Atos e preparativos de armamentos
É o armar contra o povo indefeso
Fornecer e munir com o medo
Do povo consciente sublevar-se e amotinar-se
Incitar à revolta e levantar-se
Elevar de baixo para cima o ânimo
Revoltar-se e preparar suas próprias armas
Para disparar contra o opressor
E munir de cara e coragem e enfrentar
Equiparar as forças e adornar o carácter
Tramar contra os dominantes e construir
E levantar barricadas e fortalecer-se
Para permanecer-se na luta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário