quinta-feira, 5 de julho de 2018

Os bichos da Terra e que a habitam; BH, 0250801999; Publicado: BH, 0270602012.

Os bichos da Terra que a habitam
E povoam a terra os vermes
Os germes as minhocas e as amebas
Os nocivos que manipulam serras 
Elétricas os arranca-tocos espécie de 
Máquinas para arrancar tocos de árvores
Depois da derrubada criminosa
Se o povo fosse topetudo
Disposto a frear e a acabar
Com a desmatação e com a queimada
Os vermes morreriam por si mesmos
Como o povo é sem modos estourados
O arranchar dos matadores de árvores
Cresce cada dia mais
Antes de se distribuir em ranchos
Reúnem-se à mesa comum
Que já foi uma madeira
Para dar pousada aos planos
Juntam-se para aboletarem-se
Na derrubada dos galhos
No arranco das raízes na ação devastadora
Tipo motor de arranque
Não deixam nada na terra
Só os troncos das árvores arrancados
E nos grandes centros urbanos
As ideias nefastas são tratadas
Do alto dos arranha-céus
Dos edifícios de muitos andares luxuosos
E onde poucas conclusões favoráveis
Ao fim do desmatamento são simpáticas
Os bichos da Terra
Somos nós mesmos
Que habitamos a terra
Os destruidores e assassinos
Predadores inconscientes
Verdadeiras feras famintas
Comedores compulsivos
Comemos a fauna
Comemos a flora
Sofremos da ansiedade extrema
De querer comer a nós mesmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário