quinta-feira, 12 de julho de 2018

Gostaria de escrever este poema; NL, 0280502008; Publicado: BH: 02901102009.

Gostaria de escrever este poema
Como se fosse o último dia de minha vida o
Último suspiro do meu peito e o último
Bater do meu coração gostaria de escrever
Este poema com o desespero de quem está a
Morrer de sufocação como as bruxas que
Morreram nas fogueiras os afogados das águas
E os eletrocutados nas prisões que os deuses
Do Olimpo desçam para o ler os muros chorem
De satisfação as ninfas dancem e as danaides
Fiquem danadas de esganação gostaria de escrever
Este poema no desespero da esganadura da Isabella
Na frieza dos pais supostos assassinos e na tentativa
Dos avós que pelo comportamento parecem co-autores
Gostaria de escrever este poema com as lágrimas
Da mãe da menina quero me colocar
No lugar dela da mãe e compartilhar todo o
Sofrimento e ampliar este poema a todas as crianças
Neste vasto mundo a fora e que sem o nosso
Conhecimento sofrem todo tipo de padecimento
Seda de lã de algodão de papel todas as crianças
Vão para o céu de preferência vivas e que não
Passem pela experiência de morte tão vil
E embrutecida gostaria de escrever um poema
Que casasse com uma poesia e que gerasse muitos
Filhos muitos descendentes e que todos vivessem
Felizes e para sempre eternas crianças merecedoras
De nossas lágrimas respeitos e deveres que mundo
Estamos em que crianças ainda sofrem violências e
Às vezes causadas pelos próprios entes queridos? sei
Que este poema não mudará a situação
Mas atenuará minha dor e explanará a
Minha indignação não será laureado em 
Nada não ganhará prêmio de classificação mas
Poderá conscientizar um dia a alma vazia que
Sente prazer em causar dor a quem deveria
Ser só tratado com amor muito amor todo amor
Desta vida todo amor que pode caber neste
Último poema todo amor que estas palavras podem
Representar e com essa violência findar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário