segunda-feira, 18 de junho de 2018

A caverna não no interior da caverna; RJ, 0300101999; Publicado: BH, 0210602012.

A caverna não no interior da caverna
A caverna no interior
E o uivo que lanço
Não encontra ecos nas paredes
Caverna sem paredes
Vazia de interiores lúcidos
Cheia de defeitos e incertezas
Cheia de esqueletos
Restos mortais e múmias
De antepassados cerebrais
Caverna abismal
Impossível se ser explorada
Desconhecida e obtusa
Opaca e oca
Sem ursos e sem manuscritos
Sem crânios antigos
De homens desconhecidos
Encontro-me perdido
Dentro da minha caverna
Não encontro a saída
Preso por grades de estalactites
Impedido por concentração de estalagmites
Um louco sem camisa-de-forças
Pássaro de asas quebradas
Árvore sem raízes
Caverna sem tesouros
Tem que ser dinamitada
Com um grande estouro


Pois que nada se aproveita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário