quarta-feira, 6 de junho de 2018

À minha mãe Maria da Conceição Santos Medina; RJ, 02101101998; Publicado: 0140602012.

À minha mãe Maria da Conceição Santos Medina/
Protetora e amiga
Maria da Conceição Santos Medina
Não penses a senhora mamãe
Que te abandonei
Que te esqueci
E não te amo mais
Enquanto houver fôlego em mim
Enquanto houver vida em meu corpo
Espírito e alma dentro de mim
Jamais vou deixar de ti sentir
Sempre minha mãe
Jamais vou esquecer-te
E deixar de pedir a Deus,
Pela senhora e por papai
Hoje é que reconheço
A luta da senhora
E o trabalho que dei
Para ser educado
O desconforto que causei
A minha dificuldade
Em aprender matemática
E todas as coisas boas
Que a senhora tentaste ensinar-me
Não esqueço das orações
Verdadeiras poesias
Verdadeiros poemas
Dirigidos aos céus
E tenho certeza
Que foram muito bem aceitos
Aos ouvidos de Deus
E que Ele sempre irá responder
Todas as tuas orações
Minha mãe querida
Quero aprisionar-te por toda a vida
Nas masmorras do meu coração
Amém

Nenhum comentário:

Postar um comentário