segunda-feira, 18 de junho de 2018

Sinto calor intenso; BH, 0220801999; Publicado: BH, 0210602012.

Sinto calor intenso
Quando estou próximo de ti
E quando beijo a tua boca
A ardência não para
Mesmo horas depois do beijo;
Não sei se é paixão
Sentir no peito o queimor
Mesmo no frio da madrugada;
Não sei se é amor
Sentir-me cheio de energia e entusiasmo
Não sei se é normal
O sabor acre e queimante
Que o teu sexo deixa em minha boca;
Sinto-me ardoroso num simples contato
Com a tua pele tão alva e macia
Que nem posso imaginar
Que corpo tão meigo e tênue
Possa se transformar numa fornalha,
Numa fogueira cheia de ardor
E que olhar inda mais ardoso
Queimante e picante
E que arde até à alma;
E o amor não é árduo
Não é um ato íngreme
Não é um corpo escarpado
Pele espinhosa relacionamento trabalhoso;
Nada disso acontece em nossa área
Nosso chão de ardósia
De xisto de granulação muito fina
Proveniente de rochas sedimentares
Argilosas de superfície plana delimitada
E a nossa extensão aumenta
A amplidão parece infinita
E o espaço descoberto na parte interna
Da casa ou do apartamento
Fica pequeno e apertado
Para o campo da ciência e da atividade
Que nos abrange nossos corpos suados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário